um blog dedicado à melhor década de sempre - os 80s



animação: Yakari


E-mail this post



Remember me (?)



All personal information that you provide here will be governed by the Privacy Policy of Blogger.com. More...




Há tempos tive uma sensação estranha ao ver televisão com a minha filha. Na 2: está a passar uns desenhos animados que me fizeram ir buscar as minhas mais afastadas recordações de quando era criança. Esses desenhos animados é Yakari, um índio criança, e, ao que parece, está a dar uma série recente dos bonecos. Eu já não me lembrava de tais desenhos animados! Tive de fazer um esforço para me recordar, à medida que ia vendo o episódio! E o cavalo! Eu acho que tinha um de borracha! Quem se lembra destes bonecos? O índio criança que fala com os animais, bondoso e com o cavalo preto e amarelo, de nome Minitrovão! Que saudades... e que sensação estranha :S

Yakari, além de desenhos animados, também é uma colecção de banda desenhada :)

Os leitores da minha idade ou mais velhos devem-se recordar de um simpático herói da Banda Desenhada franco-belga, obra de Derib e Job, de nome Yakari. Trata-se de um índiozinho sioux, corajoso e nobre. As histórias decorrem em cenários magníficos, onde a beleza natural é regra.


Yakari tem o dom de poder falar com os animais (será que o autor se inspirou no Siegried de Wagner que, após derrotar o dragão Fafner, engoliu uma gota do seu sangue, ficando a partir daí a compreender a linguagem dos pássaros?).
Dos mais de 30 álbuns editados, 11 foram em tempos traduzidos para português. Tenho andado a adquiri-los junto de um alfarrabista portuense especializado em BD. O meu filho mais velho tem um prazer enorme em que eu lhe conte as aventuras do gentil sioux.
Uma das aventuras, a número 7, "Yakari et l'étranger", é uma fábula sobre a dificuldade de aceitação de um elemento estranho a uma comunidade, no caso um pelicano terrivelmente constipado, que dá espirros sonoríssimos, pondo os nervos em franja aos nativos...

Só o jovem Yakari o vai apoiar, ajudando-o a curar-se da doença e a arranjar-lhe alimento. Até aqui parece que estamos na presença de mais um exemplo de literatura juvenil "bem pensante", cheia de boas intenções humanitárias. E até certo ponto é verdade; mas o final da história acaba por ser exemplar noutro sentido: curado, o pelicano decide-se a retribuir a ajuda dos castores e lontras, ganhando a sua afeição. Eis senão quando chegam os seus amigos pelicanos para o levar de volta para a sua terra; o que acabam por fazer, pois apesar de finalmente ser bem acolhido, aquele não era o meio dele.
Gostei sinceramente da conclusão, não se enchendo a cabeça dos miúdos com utopias perniciosas mas mostrando que todos têm o seu espaço... no seu espaço.

in Santos da Casa: O Estrangeiro

Mais uma vez de pode ver que antigamente as animações eram criadas com a mensagem de grandes valores.


2 Responses to “animação: Yakari”

  1. Anonymous Luís António Coelho 

    Lembro-me perfeitamente de ver esta série aos Sábados de manhã, na mesma altura em que dava "O Jornalinho".

  2. Blogger l00ker 

    ouve...ao ler as tuas palavras, tive um dejá vu!!! É que foi precisamente o mesmo que eu pensei quando vi os desenhos animados no outro dia na 2:!!! :D

Leave a Reply

[sobre o saudosista]

[sobre este blog]

[envie sugestões]

  • wellenbereich@gmail.com

[livro de visitas]


[o comentário!]


[o podcast!]

  • Add to ClickCaster

[outras saudades]

[arquivo]

[ligações]


Wellenbereich Muzik Manifesto


Directory of Music Blogs


Estou no Blog.com.pt
Divulgue o seu blog!


Blogarama

ATOM 0.3

links ao 80s - a melhor década

a matar saudades

saudosistas
eXTReMe Tracker



© todos os direitos reservados