um blog dedicado à melhor década de sempre - os 80s



cultura pop: esferográficas BIC


E-mail this post



Remember me (?)



All personal information that you provide here will be governed by the Privacy Policy of Blogger.com. More...




As esferográficas BIC estavam (e ainda estão!) bastante presentes no nosso quotidiano. São um bom exemplo de um objecto dos anos 80. Eu tinha esferográficas BIC. Bastantes! O meu estojo da escola estava cheio delas ;) Fazia colecção. Havia as "BIC laranja" e as "BIC Cristal" - duas escritas à escolha ;)



Encontrei pela Internet o comercial, que podem ouvir aqui.

Encontrei também uma curiosidade interessante sobre as esferográficas. Uma "teoria" que faz pensar sobre a importância destas esferográficas :)

Um objeto tão simples e de uso tão cotidiano quanto a caneta BIC é uma prova evidente de que os extraterrestres não só nos visitam, mas que estão entre nós.

Permitam-me mostrar porque. O comprimento da caneta com a tampa colocada é de 150mm, e a distância entre a Terra e o Sol é de 150 milhões de km. A relação é evidente. As canetas BIC são objetos de culto solar introduzidas no nosso planeta por alguma civilização extraterrestre. Mas isso não é tudo. O comprimento da tampa da caneta é de 58mm, e se descontamos o que mede o ganchinho (a parte que serve para que a caneta fique pendurada), restam 35mm. Somamos as duas medidas e obtemos 93, que multiplicado por 2 dá 186, exatamente 40mm mais do que o comprimento da caneta sem a tampa (146mm). Ademais, a soma dos números do comprimento da tampa sem o ganchinho, 35mm (3+5), é 8, que é o diâmetro da caneta. Qualquer um pode ver que nestas proporções existe uma relação, e dessa relação tem que se derivar uma mensagem, provavelmente as chaves para a utilização de todo o poder e a energia do Sol.

E tem mais. Se somamos o comprimento da caneta sem a tampa, e o comprimento da caneta com tampa, obtemos o total de 296, que é exatamente a distância, em km, entre Recife e Natal pela rodovia. Caso alguém ainda duvide, a tecnologia necessária para construir rodovias é de origem extraterrestre (suponho que ninguém seja capaz de pensar que uns primitivos humanos poderiam desenvolver sozinhos uma tecnologia assim), e a relação entre essa tecnologia e as viagens interplanetárias encontra-se oculta nas mágicas proporções das canetas BIC. E não apenas isso, provavelmente todos os segredos do Universo estejam nessa caneta. Somando o resultado anterior, 296, com a medida da tampa sem o gancho, 35mm, temos 331, que multiplicado por 2 é 662, quase a Constante de Gravitação Universal salvo o correspondente fator de proporcionalidade (o valor desta constante é de 6,67 x 10-11, o erro pode ser devido bem a falta de precisão em nossas medições, ou bem a que a inteligência superior que criou estes objetos decidiu que era perigoso demais pôr conhecimento demais em nossas mãos).

Além do mais, o comprimento do gancho é de 23mm. Se somamos os números do comprimento total da caneta, 150mm (1+5+0), temos 6, que com os 23 do gancho resultam em 6,023, bastando acrescentar o fator de proporcionalidade 10-23 para obter o número de Avogadro. Com certeza poderíamos seguir estudando as características deste maravilhoso objeto vindo das estrelas, e encontraríamos assim respostas aos grandes enigmas da humanidade.

Por nossa parte, e trás muitos anos de pesquisa e análise das canetas BIC, podemos afirmar que estamos muito perto de descobrir o segredo da eterna juventude, a Pedra do Filosofal, e na melhor das hipóteses, o porque das pessoas tenderem a se aglomerar num mesmo ponto durante uma reunião social embora tenham muito espaço a utilizar.

Retirado daqui.


6 Responses to “cultura pop: esferográficas BIC”

  1. Blogger sónia 

    Também era partidária da Bic ao contrário de algumas colegas que preferiam a Molin..E nos feltros era fã das Carioca! ;)

  2. Blogger Wellen 

    Sim, as Molin também eram muito utilizadas, mas as BIC tinham uma magia especial ;) Talvez por terem sido inventadas por extra-terrestres ;) lol

  3. Blogger XanaA. 

    Adorava as BIC. Nunca encontrei esferográficas com as quais gostasse tanto de descrever! Gostava especialmente das transparentes e costumava unir uma preta ou azul a uma vermelha, com um elástico, para poder escrever com uma e depois faccilmente mudar para a outra (para sublinhar, destacadr, etc.).

  4. Blogger lucky 

    ainda hoje são as canetas q perfiro...qt mais simples melhores.
    Qt a isso dos et's...n costumo opinar sobre o q n sei mas parece um bocado aquelas teorias da conspiração de quem (das 2 uma):n tem nada p fazer; ou anda a fumar umas coisas estranhas ( quem é q vai medir uma caneta...em mm!!!!!!)

  5. Blogger Wellen 

    :: lucky
    lol, tens toda a razão ;)

  6. Anonymous Alexandra 

    WTF? O texto está excepcional simplesmente já nem dá para deixar de acreditar que a magia das BIC seja de outro mundo! Yeap eu também usei sempre a BIC em vez da Molin, eram mais fáceis de agarrar, mais fininhas... xD Saudades...

Leave a Reply

[sobre o saudosista]

[sobre este blog]

[envie sugestões]

  • wellenbereich@gmail.com

[livro de visitas]


[o comentário!]


[o podcast!]

  • Add to ClickCaster

[outras saudades]

[arquivo]

[ligações]


Wellenbereich Muzik Manifesto


Directory of Music Blogs


Estou no Blog.com.pt
Divulgue o seu blog!


Blogarama

ATOM 0.3

links ao 80s - a melhor década

a matar saudades

saudosistas
eXTReMe Tracker



© todos os direitos reservados